domingo

NOVELAS – O OPIO DO POVO


              As novelas televisivas, muitos comum nos países latino-americanos são a maneira que o entretenimento ($$$$$) encontrou de unir a família em torno da televi$ão.Estórias bem banais e repetitivas uma atrás da outra com mais ou menos oito meses de duração com um dia de folga na semana.Eu, nos momentos mais difíceis de minha vida ou na ingenuidade da adolescência e até mesmo na maturidade em tempos patéticos já assisti a novelas: Roque Santeiro.Rei do Gado.Que Rei sou eu.Pecado Capital.Quatro por Quatro.Essas são as novelas que eu lembro de ter assistido e ter aprendido algo com a mensagem que elas tentaram passar.Também costumava acompanhar a carreira televisiva da atriz Mariana Ximenes mas depois que ela deu para o Fiuk entrou na minha lista negra: Mulher Melancia, Sheila Mello, Suzana Vieira, Victor Fasano entre outras.O problema não é assistir uma novela e sim se viciar em novelas.Dizem que existem pessoas que assistem telenovelas mexicanas – Pessoalmente eu não acredito... – O horário entre 18:hs e 22:00hs (Fora dia de jogo na Globo!) é sagrado para milhões de brasileiros se drogarem solitários ou em família na frente da TV.Visualizem um Brasil sem novelas? O que os viciados em novelas fariam neste horário: Novas fronteiras seriam abertas pois este povo teria neste horário a sua disposição canais como o Futura, History, NatGeo, Discovery e Discovery Kids (Não podemos esquecer os pimpolhos...), Canal Rural, Canal Brasil entre outros, todos de cunho cultural ou educativo.Cultura se enfia goela abaixo sim senhor – Um bando de ignorantes envergonha Jeová e convenhamos que o Brasil não é um primor de povo educado.Obrigar o brasileiro a votar pode? Obrigar o brasileiro a deixar de ser um povo ignorante não?!Pombas – ai não da né?A gente vai te que se mudar para a Finlândia ou Noruega?Governo existe para funcionar e todo mundo sabe que as novelas selam os destinos de muitas pessoas que ficam a vida toda fugindo da realidade em seus melodramas patéticos.Sei que o que mais da lucro na televisão brasileira são os folhetins (para não repetir novela de novo!) pois tem mais audiência pois são os trabalhos televisivos de mais fácil assimilação (Até um gato ou cachorro entende!).Quanto mais simplório melhor. Uma novela nos dias de hoje é pornografia camuflada.Aproveitando que as mulheres gostam demais de preliminares (299 capítulos para acabar tudo em apenas um...) e insinuações ao sexo velado (mas nem tanto...) os autores escrevem textos que não passam de um erotismo tosco subliminar capaz de viciar cérebros menos privilegiados ou desavisados de ambos os sexos mas tem nas mulheres das periferias de todas as idades seu publico alvo.Tem tanto personagem (parecem Guerra e Paz do Tolstoi numa versão Neandertal) que todo mundo acha algum para se identificar – da prostituta santa ao padre gay. Para fazer chamariz com o voyeurismo do  publico masculino eles colocam belas mulheres,carros de luxo, um pouco de viadagem e corrupção com uma pitada de ação.Pronto – ganharam o Brasil.Acabar com as novelas seria uma ação real do governo brasileiro.Ué – O Hugo Chaves não fechou a Globo venezuelana e não esta ai todo fagueiro?Enquanto o povão brasileiro tiver somente programas de qualidade altamente duvidosa a sua disposição no horário nobre será sempre um povo burro.Penso seriamente que o fim das porcarias feitas pela televisão mudariam o Brasil de uma hora para outra.Agora preciso ver a Malhação e depois Dois Homens e Meio e o resto do mundo que se exploda.