quinta-feira

O PRECONCEITO E O RETORNO AOS VELHOS CARNAVAIS.


Nos anos 70 era a Castilhos. Nos anos 80 o “Navega” e a “Bonja” foram considerados altamente perigosos.Perai gente: Para cada bandido moram 50 pessoas legais.Hoje o “Dunas” e o “Getulio” são consideradas áreas de risco pela maioria dos pelotenses. Eu não acredito que existam pessoas que tenham medo de entrar nestes bairros embora algumas já tenham me dito que não vão arriscar a vida nestas “bibocas”.Isso é um pensamento criminoso e doentio.Assustador. Milhares de pessoas moram nestas vilas e tenho certeza que são mais felizes que a maioria dos moradores das “Zonas Nobres” de Pelotas.A vida é normal nestes bairros e se você não tiver nenhuma “bronca grave” não existe nenhum problema em viver nestes bairros.Se as empresas que fazem entregas nestes locais fossem mais generosas e doassem algumas cestas básicas para a população local tenho certeza que o risco de assaltos cairia à zero.O pessoal tem que dar um força né?Tem que dividir um pouquinho do que tem pois o egoísmo não é entendido pela humilde e ingênua população local!O que falta para acabar com este mito preconceituoso é um posto da Brigada Militar 24 horas em ambos os bairros e o Carnaval poderia ser um ano na Av. Ulisses Guimarães (Transdunas) e no outro na Leopoldo Brod (Transgetulião) fazendo um revezamento. Somente colocar as arquibancadas pois todo o resto pode ser bolado pela comunidade local para geração de renda (Aluguel de Banheiros, Venda de bebidas, Camarotes, etc...). Quem mais gosta de carnaval reside ou freqüenta estes bairros e nada mais correto que eles recebem a passarela do samba e seus foliões em um carnaval de 8 dias mantendo a tradição. Matar-se-ia vários coelhos com uma cajadada só e todo mundo ficaria satisfeito e faríamos uma Pelotas melhor para todos.