segunda-feira

LOJA DE TURCO

Durante muitos anos de minha vida eu tive vergonha de entrar nas lojas de “turco” em Pelotas. Sabem aquela pessoa com mentalidade  retrograda e atrasada do pelotense que somente pensa em aparecer: Pavonismo - O típico “metido” : Era eu. Somente grife. Pagava em 6 vezes mas tinha a assinatura do Pierre Cardin no bumbum e o jacaré da Lacoste no peito e calçava Samello. Nunca na minha existência eu tive condições de usar este tipo de roupa mas abdicando de coisas muito mais importantes e torrando o meu salário e o de meus pais nestas bobagens eu conseguia me vestir bem para os padrões oitentistas.La pelos trinta e poucos anos eu acordei e caiu a ficha: Se alguém se aproxima de alguém pela roupa que esta pessoa esta usando certamente é alguém com alguma deficiência mental ou mau caráter.Uma Obviedade. Quanto mais distante deste tipo de gente melhor.A vida foi me ensinando numa sinuosa, sem atalhos e pelo caminho mais esburacado e mal iluminado. Pelo amor de Deus, convenhamos que não existe melhor coisa que comprar roupas ou bugigangas em lojas de turco. Hoje entro e compro nas lojas de turcos com orgulho pois eles sabem comprar e quem sabe comprar melhor pode vender.Procuro qualidade e não tenho o mínimo interesse em grifes e tenho vergonha do passado. Eu era patético.Nas lojas de turcos achamos o melhor atendimento pois os funcionários são fiscalizados e cobrados de verdade como deveriam ser todos os funcionários públicos. Temos o melhor custo beneficio em roupas pois o que encarece o vestuário é a grife. Um Exemplo: Uma camiseta transadissima e original, mas de uma confecção desconhecida que custa R$ 29,00 comprada numa loja de turco dura vários meses “zerada” enquanto uma camiseta deste valor comprada  no magazine de uma  grande rede de lojas   na segunda lavagem vai para o filho da empregada ou vira pano de chão.Hoje eu me rendi às lojas em volta do Mercado Municipal e tenho orgulho dos sírios, libaneses, palestinos, judeus, coreanos, portugueses do comercio destinado ao publico de baixa renda ou sem renda.Vocês fazem o look de grande parte dos pelotenses que logicamente são os mais expertos e os mais inteligentes e menos fúteis.Não sei se existe algum “turco” realmente em Pelotas mas gostaria de parabenizar todo o esforço desta comunidade que alguém um dia generalizou como “turcos” pelo desenvolvimento, qualidade de vida e geração de emprego em Pelotas.Obrigado a Ala / Jeová por nós conceder esta graça!!!