sábado

Mudança de comportamento

    Tenho visto há muitos anos a falta de uma moradia digna  para os estudantes forasteiros aqui na nossa Princesa do Sul. As  famílias de Pelotas não têm o costume,para aumentar seu circulo de amizades e  sua renda, mesmo que em muito pouco, alugarem  um quarto com refeições para um acadêmico. Porque este medo de compartilhar? Isso poderia possibilitar um intercambio legal.  O acolhimento,  mediante remuneração  dos estudantes vindos de outras cidades poderia em muito aumentar a renda do pelotense.Este tipo de ação meio que desinteressada pode vir a gerar um vinculo muito bonito com alguém de uma cultura diferenciada e quem sabe este vinculo não permanece por toda a vida pois o familiar do estudante pode ser um ricaço qualquer do centro do pais que esta a fim de forjar um filho de verdade e não dar mole pagando aluguel em apartamento de luxo.Os grandes homens e mulheres são forjados e ferro e fogo, dor e sofrimento – quem ganha tudo de barbada fica sendo um  fracassado a vida toda. Ficar socado numa pensão ou numa republica sem a presença de uma família para orientar sobre determinados limites, numa idade onde a personalidade ainda não se decidiu bem o caminho a tomar pode ser arriscado. Uma cidade que busca virar pólo turístico já poderia começar a fazer uma grande campanha para o acolhimento de estudantes universitários oriundos de outras cidades ou estados.Essa convivência com uma cultura diferente pode abrir novos horizontes para ambas as partes dentro dos princípios das moral e bons costumes de uma família cristã(Não acredito que eu consegui escrever isso!).Vou fazer a minha parte para incentivar esta possibilidade de intercambio  com  uma outra cultura tupiniquim.Por exemplo, eu gostaria de alugar um quarto em minha casa para uma estudante universitária, liberal, de 19 anos, descompromissada no maior intuito de ajudá-la a virar uma doutora.Uma pena que minha namorada não vai gostar muito da idéia e não vai aprovar mas pelo menos boa vontade eu tenho.