terça-feira

FOI A VONTADE DE DEUS

        Como sabemos qual é a vontade de Deus? Porque colocamos nele a culpa de todas as desgraças que acontecem? O que a religião tem a ver com Deus? Porque um Deus supremo e misericordioso mandaria seu filho para a terra e testaria seu amor pelos humanos? Só falta chamar o Martin Scorsese para produzir e dirigir pois é uma história holliwoodiana. Isto é claramente uma invenção literária com personagens humanos com defeitos humanos. Deus nada teve a ver com isso e muito menos com todas as pessoas que se autodenominaram enviados de Deus ou pessoas que dizem pregar a palavra de Deus. Todo o cristianismo é baseado e um romance escrito a milhares de mãos e interesses diferentes através dos tempos. Colocar o nome de Deus numa consciência cósmica, dar toda a personalidade de um ser humano, com defeitos absurdos como ter preferência por seus filhos foi à maneira de conseguir fazer a humanidade evoluir.  É mais fácil orar para uma estatua que imaginar que fazemos parte dessa consciência cósmica assim como nossos pensamentos e ações. Também Deus foi à maneira que a civilização achou para dar explicação para o que não tem explicação até aquele momento. As pessoas se matam em nome de Deus. As pessoas usam o nome de Deus em vão e tenho certeza que ele não fica brabo ou sequer toma conhecimento, mas existem as leis universais da “causa” e “efeito”. As pessoas usam Deus para justificar a tudo, desde suas atitudes insanas até tragédias familiares. É muito cedo para conhecermos Deus de verdade, mas o mais próximo dele que já chegamos não foi com milagres ou profetas e sim com o átomo. A ciência que um dia poderá desvendar deus, pois é através dela que ele realmente se comunica conosco e ultimamente ele tem feito muitos milagres através da medicina e da tecnologia.

André Luís de Oliveira Leite