segunda-feira

O DIA EM QUE PELOTAS PAROU


Pelotas poderia ser um destaque internacional em varias áreas: Gastronomia. Patrimônio Cultural. Eco-Culturismo.Cinema & Teatro.Dança. Informática. Turismo Gay. Esporte. Podíamos ser uma referencia no transito, na saúde e na educação. Porque não passamos de uma cidade fantasma perdida e sem nenhuma perspectiva para sua juventude a não ser ir para bem longe para conseguir ser valorizado? Eu me sinto feliz e gratificado levando o nome de Pelotas para os mais longínquos lugares do planeta através da minha arte. O problema é que existem pessoas remuneradas para isso e sem minima capacidade. Quem gosta de Pelotas esta a vendo morrer dia a dia? Fica difícil olhar para a cidade e ver ela tão mal adminitrada em todos os setores possíveis imagináveis, abstratos e concretos. Gostaria de elogiar, mas elogiar o que? Os seres humanos serem tratados como animais pelo serviço de saúde com funcionários despreparados e mal-humorados! Elogiar um transito que esta ficando caótico e nada é feito. Quando retornei para Pelotas em 2001 eu achava que talvez as coisas fossem melhorar – Salve uma pequena bolha onde os que tem mais posses se refugiam da realidade, a cidade esta um caos. Sem perspectiva alguma para o futuro dos jovens e dos idosos. Nada é feito pelo social buscando dar motivação de vida para a comunidade. Apenas pequenas manifestações isoladas que não surtem efeito algum. A comunidade deve esquecer o poder publico pois são meras figuras decorativas que pagamos com nossos impostos para dizermos que temos um estado de direito constituído e evitar que tudo vire uma grande balburdia. Mas pelo povo eles jamais vão fazer nada pois o único objetivo é manter a ordem e tentar conseguir o maior numero de vantagens para seus aliados políticos. Lutar contra isso é perder tempo. O povo de Pelotas tem que buscar uma união para melhorar a condição de vida de todos. Esperar pelo pode publico é perder tempo pois eles estão muito ocupados dividindo o pão entre si. O cidadão deve deixar a política e os políticos de lado – Cumprir seu dever e deixar rolar pois todo o legislador vai legislar em causa própria. Isso é mais do que obvio e não podemos recriminá-los porque grande parte de nós, se tivesse em suas posições agiria igual ou pior (embora fale somente por mim!). Penso que as grandes empresas devem deixar de ser muquiranas e investir no aparelhamento da Brigada Militar e da Policia Civil assim como o cidadão comum. Um policial bem armado, bem remunerado e bem preparado com uma banca de advogados altamente qualificado$ para quando ele precisar agir com “extremo rigor” para manter a lei. Somente existem dois tipos de bandidos bons: Os “presos” e os “mortos”. A criação de uma força de segurança dando total estrutura para “coibir” com “energia” a criminalidade é um grande passo e custa tão pouco mas nossos políticos não podem abdicar de suas mordomias pois é um “direito” adquirido através do “voto obrigatório”. Pagar direto a policia sem a intervenção do estado a tornaria muito mais eficiente. Os burocratas rasgam a lei em nome da “piedade” e da "misericordia" - Pimenta nas hemorroidas dos outros é refresco - e isso é um crime contra o povo. Esta na hora de pensar por nós, em esquecermos quem é pago para cuidar de nós. Não é ma vontade do poder publico. Incapacidade e devem ser perdoados. Nós somos os culpados por botar incapazes no poder e temos que trabalhar dobrado. Ta na hora do povo pensar nisso.