domingo

PRE-HISTORIA CONTEMPORANEA


A eterna disputa pelo poder e pala admiração. A terra esta arrasada, mas os egos dos homens buscam a admiração ao invés de se buscar soluções conjuntas para os problemas estruturais da nação brasileira. Uma pena que varias gerações tenha pagado com a vida a ignorância de um povo que é desunido. O que é bom para um brasileiro deve ser bom para todos, mas ainda vivemos como lobos comendo lobos que comem ovelhas indefesas e preparadas durante toda a sua vida para serem abatidas pela “Lei do voto” e pelo poder da mídia televisiva. Uma pena que seja tão primitivo em relação aos bons sentimentos como a compaixão e o amor. O homem moderno busca apenas o seu prazer esquecendo que para se ter os verdadeiros prazeres têm que saber que todos os nossos semelhantes tenham uma vida digna e uma assistência à saúde descente. Isso não existe no Brasil. Individualismo e egoísmo: Isso não caracteriza um povo. Infelizmente, nós brasileiros somos uma tribo de pessoas que falam o mesmo idioma e somente isso. Não existe unidade. Parodiando Dumas – Um por todos e todos por um! – Cafonice? Romantismo? – eu não sei, mas é o que todos pregam, mas nada fazem para que isso aconteça. A unificação é a saída mais rápida da pré-história e acabarmos com as diferenças sócias e culturais que rasgam nossos pais e precisamos urgente de uma revolução cultural e social, pois uma revolução política é impossível devido à ditadura do voto, mas uma revolução dentro de nós mudando nossos conceitos preconceituosos e conservadores, tendo novas experiências e vendo um mundo sobre uma nova ótica onde não somos o centro de tudo e sim apenas uma parte de um todo que pare ser completo precisa de nós e de nossas ações. Somente desta maneira construiremos um amanha melhor, pois nos últimos 5000 anos não saímos do lugar em matéria de elevação espiritual.