terça-feira

HEROIS OU VILOES


Gosto muito de Pelotas. Sabe-se lá o porquê disso. Gostaria que todos os habitantes vivessem com dignidade. Que todas as leis fossem respeitadas e que o cidadão fosse respeitado pelo estado em todos os seus níveis. Isso nunca aconteceu. Não ouve uma melhora por mínima que seja na qualidade de vida de grande parte da população, principalmente a honesta. Existe uma corrente genocida que mandar todo o brasileiro buscar seus direitos. Se esta utopia acontecesse e todos os brasileiros fossem cobrar seus direitos bilhões de ações civeis e criminais aniquilariam o poder judiciário implodindo-o. Não existe o mínimo respeito à constituição, pois o estado não garante as condições básicas para um ser humano desenvolver sua plenitude como cidadão. Tudo o que é oferecido pelo estado ao cidadão é de baixíssima qualidade e de alto custo fruto das licitações superfaturadas. O que todos querem uma fatia no seio da mãe pátria para realizarem seus sonhos de consumo. Onde ficam a ética, a moral e as virtudes que vivemos pregando em campanhas publicitárias. Infelizmente cada um pensa em si e não no todo. Não existe a consciência que Pelotas, os RGS e o Brasil são seres formados por todos nós, nossos defeitos e qualidades, que se reflete em nossas tribos urbanas. Todos nos somos heróis e todos somos os vilões. Totalmente santo ninguém é, e muito poucos dão ponto sem nó. Tudo aqui pé uma grande troca. A cultura e a emoção que para uns nada vale, para outros vale milhões... Automóveis, grandes amores, poder, fama, guerra, amizades...tudo isso não tem valor comercial real, pois não passa de uma grande permuta de uma energia criada pela fortíssima carga emocional que descarregamos na atmosfera. Ainda hoje somos manipulados pela sensação de poder que uns chamam democracia. Na realidade um jogo de interesses, assim como o jogo do amor e do sexo entre as pessoas e jogo do mercador e do comprador na barganha das grandes feiras. Criamos a ilusão de um mundo perfeito. Mas este mundo existe somente dentro de nós numa grande fantasia. Não vale a pena manchar um sonho de uma existência por meia dúzia de patacas. O pior para quem rouba é saber que é um ladrão. Evoluíamos muito, pois antigamente os homens faziam guerra e se matavam por comida. Hoje eu vejo os homens se matarem única e exclusivamente por ostentação. Vocês vêem alguém que roube para comer? Para que o excesso de dinheiro serve, alem de fornecer o poder ao ser de ostentar a todos que possui muito dinheiro e assim alimentar seu ego e suas frustrações se sentido melhor que muitos? Hum? Tem mais alguma função o dinheiro que não esta? Auto-afirmação de um ser humano perante o sistema e consequentemente perante si mesmo.