terça-feira

BALADEIRO DE PLANTAO.

Esta terça feita vai ser pentelha - Tenho mil e uma coisas para fazer e não tenho vontade de não fazer nada. Estes dias eu comecei a questionar como deixamos de lado as coisas que gostamos - Abandonei as baladas e os puteiros e não sinto mais falta. Vejo uma maneira de ganhar muito dinheiro fácil, pois festas são maquinas de fabricar dinheiro. Todas as festas são fudidas se você não come alguém. Este é o objetivo. Sexo, drogas e diversão! Isso é o que mais rende. Para fazer uma festa rentável basta encher o cu dos freqüentadores de álcool - Todo mundo se diverte bêbado. Mulheres transam sem moral e machões dão à bunda e fazem boquete. Vi muita coisa nestes últimos 25 anos. Somos animais no cio e nada mais. Uma balada não passa de um bando de pessoas desesperadas por sexo e que, vestindo a mascara da sociabilidade que vão caçar presas nas festas. Somente um idiota gosta de dançar - Eu nunca conheci um homem de caráter que aceitasse a dança,m tamanha sua hipocrisia. Não passa de uma preliminar para excitar a fêmea. Ver um homem dançando que não seja bissexual ou homossexual é nojento. Foge de nossa masculinidade. Homens não dançam e sim fazem de conta que dançam. Na realidade ninguém dança - é um monte de gente pulando para cá e para lá com pó, álcool e bolas na cabeça - Desesperada por um falo ou uma fenda eles saem na noite em busca de companhia - Se enganando e enganando a todos. Acho uma piada aquele clima de paquera e ilusão. As pessoas não devem procurar coisa séria na noite. A noite foi feita para trepar e se drogar, fugir da realidade e ainda enriquecer os mais expertos. Se eu tivesse juntado toda a grana que gastei nestes 25 anos compraria um apartamento em alguma zona nobre de POA – 3 dormitórios com suíte...