quinta-feira

PARABENS PELOTAS


De quem eu cobro o asfalto vagabundo e mal aplicado nas ruas de Pelotas? De que eu cobro um transito caótico sem nenhum tipo de controle nas vias de minha cidade? De que eu cobro os buracos das ruas da minha vila? De quem eu cobro minha mensalidade de plano de Saúde por que o Executivo Municipal não dispõe de saúde publica enquanto deveria? De que eu cobro a morte do teatro, da musica, do esporte na minha cidade? De quem eu cobro as mortes por falta de assistência à saúde? De quem eu cobro a situação dos catadores de lixo nas ruas de minha Pelotas? De quem eu cobro o valor de minha moto roubada em frente a vários guardadores de carros cadastrados? Para que eu me queixo de todas as festas venderem bebidas a menores? Onde eu questiono sobre as centenas de motoristas bêbados/drogados que andam feitos assassinos sobre rodas? Não fui eu que elegi esta gente. Não fui eu que colaborei para a desgraça de uma cidade. A total inexistência do ministério publico e de fontes de socorro para o ser humano honrado nós deixa encurralados. Eu não esperava que fosse assim. Imbecis que acreditam no voto e expertos manipulam os imbecis. Hoje vejo que eu vivo em uma grande esbornia onde o certo é fazer o errado pregando o certo. Eu não gostaria de ter nascido na época das cavernas numa cidade cada vez mais decadente e sem administração, segurança e justiça. Uma menina me disse ontem:

TUDO QUE É PUBLICO NÃO PRESTA!

...a mais pura verdade-somente quem lucra ou acéfalos que pensam que vivem enquanto são apenas números para consumo e nada mais. Parabéns Pelotas.