sábado

DIAS DE LUTA






Comecei a curtir a putaria com 13 anos. Fui a festas durante vinte anos, quatro vezes por semana. Sempre foi inconcebível não putear. Eu jamais fui para uma balada para namorar ou curtir um som:Eu ia caçar descaradamente. Eu queria “fuder” e nada mais. Odeio a arte da dança. Coisa de mulher, veado ou hipócrita que quer comer mulher sem precisar abrir a boca. Mulheres são engatadas em pé de valsa. É foda. Depois tomam no cú, levam mais guampa que o Euclides e não sabem por quê! Se eu soubesse dançar eu seria um homem comum- Teria comido muito mais gente na noite. Lembro que minha vida se resumia a tentar comer pessoas na noite,por que as mulheres que eu gostava não gostavam de mim e as que gostavam de mim eu somente queria comer e sair fora. (todo mundo se acha/é foda!) As que me desprezaram se fuderam e tão umas baleias gordas, feias, mal comidas e ricas, as que eu desprezei estão gostosas, bem amadas e bem mais ricas. O fudido que encheu o cu delas de bebum e branca nas baladas da vida ficou maisfudido ainda com o passar do tempo. A noite é uma grande ilusão.Se você tem que comer alguém bacana come a qualquer hora do dia. Baita besteira as baladas. Diversão: Todo mundo vai para fuder – Caçar ou ser caçado. Eu vou para dançar? –dizem alguns – Então ta!!!-Só se for em cima do meu pau. Putz! Não da para contabilizar o que torrei de dinheiro. Era mais fácil eu comer prostitutas profissionais do que comer no amorzinho as baladeiras, mas a gente quer provar para todo mundo que somos um" comedor fodão” e que nada que mije sentado escape do nosso rodo!Creu.Créu.Créu Quem inventou as baladas se deu bem; Dinheiro fácil através da ilusão de pseudofelicidade e tesão dos trouxas. Enganei-me a vida toda achando que eu estava errado e eles estavam certos. Custou-me muito dinheiro, meu fígado e um nariz de platina. Acho que vou orar para meus Deuses...
video

Lembro que eu sonhava em me apaixonar!!! Parecia uma menina. Os meninos da minha rua tudo se comendo no mato após o futebol e eu sonhando com grandes amores...(E eu era a bicha ???) Teve a Isabel...a Maria Clara...a Magda...a Rita...Pequenos amores de infância que hoje são algumas recordações agradáveis do passado. Essa mania de um homem comer ao outro quando jovem, ou até mais velho e não querer que ninguém saiba que eu não entendo!!! Se eu fosse gay ia divulgar para todo mundo e não viver uma vida falsa. Lembro da saída do cinema – O filme Mad Max, o machão comedor que foi comigo, na saída me convida para fazer um troca-troca na praça!!!Mandei-o à merda. Não sei como são os jovens de hoje, mas nos anos 80 era uma viadagem camuflada cabeluda. Raros os homens que curtiam meninas. Acredito que eu comecei a me masturbar antes de caminhar – Ia para a oficina da transportadora que meu pai trabalhava buscar “inspiração” para minhas punhetas infanto-juvenis naqueles pôsteres –calendários de “mulher-pelada”. Passaram-se mais de 3 décadas. O mundo mudou. As crianças escravizam os pais. Com a democracia e a nova república o Brasil apodreceu de vez. Surgiu a web e a putaria se expandiu- Antigamente para você comprar uma revista de sexo explícito, você ia moqueado na banca e trazia-a dentro da camisa. Bronhas a parte, hoje, somente apertando uma tecla, eu vejo gente de todo o universo trepando. Uma criança de 8 ou menos anos também tem a mesma opção!!! Na realidade vivemos num grande puteiro mascarado ,onde tudo é pura hipocrisia e a verdade fere quem se faz de bobo e diz que não conhece a realidade. Antigamente um jovem de 14 anos , perto de hoje era um débil mental – Alguns mais ingênuos dizem que eles viraram expertos – Não: São tão idiotas como os adolescentes do passado, mas com poder sobre os pais que nós não tínhamos. A comédia diária vira uma tragédia quando todo o dinheiro da casa é destinado para os hitlerzinhos não cagarem de paus seus pais por causa de um tênis de marca ou uma pedra de crack de segunda categoria– Um século é pouco – Estamos numa idade das trevas – A bissexualidade das pessoas está aflorando e como já disse várias vezes : em algumas dezenas de anos todos seremos gilletes – O legal de ver esta “transição” de camarote são as gargalhadas que a imbecilidade do homem supera em muito a bestialidade dos animais...Não, eu não sou gay nem problemático, mas sim realista.
video video video

Nos Bosques, Perdido (Pablo Neruda)
Nos bosques, perdido, cortei um ramo escuro E aos labios, sedento, levante seu sussurro: era talvez a voz da chuva chorando, um sino quebrado ou um coração partido. Algo que de tão longe me parecia oculto gravemente, coberto pela terra, um gruto ensurdecido por imensos outonos, pela entreaberta e úmida treva das folhas. Porém ali, despertando dos sonhos do bosque, o ramo de avelã cantou sob minha boca E seu odor errante subiu para o meu entendimento como se, repentinamente, estivessem me procurando as raízes que abandonei, a terra perdida com minha infância, e parei ferido pelo aroma errante. Não o quero, amada. Para que nada nos prenda para que não nos una nada. Nem a palavra que perfumou tua boca nem o que não disseram as palavras. Nem a festa de amor que não tivemos nem teus soluços junto à janela...