quinta-feira

ANOS SARNEY

Vivenciamos e convivemos em momentos históricos com homens muito mais fortes do que Superman, Wolverine ou Homem de Ferro dos quadrinhos. Um senhor de 80 anos calou um nação inteira com meia dúzia de palavras. Quando digo que vivemos numa ditadura disfarçada de democracia não estou sendo um reacionário. Somente não me presto para imbecil. Planta-se na cabeça do cidadão mediano que ele tem algum tipo de poder "votando". Quem tem poder é quem tem dinheiro. Vamos nós acordar: Uma democracia representativa para uma população de 190 milhões de pessoas é inviável - UTOPIA TOTAL E PLENA .Vivemos os Anos Sarney – Daqui a mil anos o que dirão os...os...os “sei La o que vão inventar para contar a nossa historia aos nossos descendentes”. Essa gente que tomou o poder é cuiuda, corajosa e não tem medo de bala. Queiram ou não Renan Calheiros, Collor, o saudoso ACM, Simon, José Dirceu, Genoino, Maluf são grandes homens, indestrutíveis dentro do sistema criado pelo próprio povo e sua total insanidade na hora de votar. Chamar de corrupto é ladrão não faz sentido algum.Se eles são -todos nós somos. Eles tem muita força que todos os brasileiros juntos – Estão muito alem da corrupção de barnabés. Quando esses homens se unem em torno de uma causa não existe STF, povo , mídia ou que seja que os toques.Sarney deu um show. Sou eu que mando! Fiquem quietos. “eu jamais pratiquei nenhum ato de corrupção”. Homens como esses são exemplos de sucesso. Ate vou ler “Marimbondos de Fogo” para ver qual é que é...e curtir os Anos Sarney ou a Era Sarney – Tenho que me render aos políticos e colocar minha viola no saco. São muralhas indestrutíveis – são muito mais que homens comuns...não há como não reconhecer isso. Um bando de ditadores mandam no Brasil , dividem e barganham o erário o seu bel prazer ,e o povo enche a cara com cachaça e fica refém da novela das oito.