segunda-feira

MUNICIPALIZAÇÃO DA SAUDE- O GENOCIDIO DE UM POVO ALIENADO E IGNORANTE




Eticamente, seria certo diferenciar os serviços de saúde como acontece no Brasil? A saúde não é algo seria demais para ser tratado como um simples comercio? Acho eu, na minha santa ignorância que o bem maior do ser humano é a vida. Por que esquecermos de que um sistema de saúde eficiente propicia ao ser humano uma vida mais longa e agradável. O brincar de “medico” como fazem as crianças inocentes para começar a se descobrir sexualmente é uma coisa e já o que estado brasileiro faz é uma sacanagem pura com o povo brasileiro. Precisamos fazer uma reavaliação da vida humana. Existe uma bola de neve que causa o CAOS total no sistema de saúde. A dificuldade de se conseguir atendimento medico de qualidade afasta muitas pessoas dos postos de saúde e hospitais. Aparentemente nossos hospitais públicos estão mal equipados e os funcionários não parecem trabalhar muito a vontade. Muitas pessoas reclamam de falta disposição para o trabalho. Por que isso? Por que a saúde privada funciona tão bem? Por que existem exames que o SUS não cobre? Como se explicaria o tempo de espera de um especialista mais do que três anos? Ouço falar que o pronto socorro municipal esta com a sua capacidade alem do suportável e a indícios de mau atendimento. Não acredito que pessoas comprometidas com a vida humana estariam compactando com falhas do estado. Quem seria o culpado disso? Será que a municipalização não foi uma atitude equivocada. Empiricamente posso dizer que antigamente eu tinha uma carteirinha amarelinha e quanto eu precisava de um medico ou especialista era só sair de casa e dar uns cruzeiros para os que cuidavam a fila. Um baita dum atendimento nos hospitais: quatro prontos socorros!!! O que é a saúde em Pelotas hoje? Quem esta sendo responsável pelo que vem acontecendo? Não questiono o governo municipal, pois o caos e nacional. Aparentemente algo esta errado!!!