segunda-feira

NA TERRA DAS MERETRIZES REJEITADAS

Um sábado como qualquer outro sábado do inicio dos anos 80. Sábados era o dia de tirarmos o atraso. Era uma obrigação comer alguém. La estava eu: Lembro da roupas: Calça Wrangler comprada em 6 vezes. Camiseta O.P. comprada em 3 vezes. Camisa de brim coringa da Pierre Cardin comprada na Jack's magazine e um All Star bege. Cabelo igual do Marcelo Bonfá, batera do Legião. Brinquinho igual ao Dado Vilalobos guitarrista do Legião e a cara do João Gordo, Vocalista do Ratos de Porão.

Uêba - Os Melhores Links




La esta eu em ação. Eu precisava de sexo.Eu tinha que esvaziar meu saco em alguém ou algo. Eu não queria ou não conseguia uma namorada.Feio, gordo e putanheiro. Que mulher iria querer? Lembro deste sábado. Uma trepada muito alem do tempo. Comecei na primeira divisão da mulheres tentando achar algo razoável para traçar, mas nem toda a mulher gosta de dar de primeira para um cara que ela nunca viu na vida.Três horas da manha - U.T.I. do sexo: Av. Saldanha Marinho de Pelotas, desci a Osório feito o vento. Na Saldanha Marinho "eu" era a carne de primeira.Meu ego...bom meu ego ia na estratosfera...de Júpiter...



BlogBlogs



As meninas de la eram as rejeitadas do Meretricio - Era praticamente um outro mundo. Elas circulavam do Clube dos Coroas para o Salão, acho que o nome era Princesa ou Minuano. A clientela era de guardadores de carro e charreteiros boémios para baixo.
ali eu era Rei.




Mas eram cinco horas da manha e o REI não tinha comido ninguém. Mais duas ou três punhetas pensando na Cicciolina. De repente vejo um mulher. Na epoca ela deveria ter uns sessenta anos para mais. Pela primeira vez beijei uma boca sem dentes. Ja me grudei do lado dela e convidei para tomar uma Malt 90. Fomos para um trailer e na terceira cerva arrastei ela para uma rua sem saída atrás do Supermercado Guanabara.Tudo muito escuro. Muito escuro mesmo. Nas tres quadras que caminhamos dois corpos carentes e ardentes iam se acariciando ardentemente. Ela pegava meu pau e eu acariciava a vagina dela.O fogo ardia...um atraso desesperador...






Chegamos na rua sem saída. Yes. É agora: Fomos ate o final da rua totalmente escuro. Lembro que minha Wrangler era branca. Não tem coisa mais complicada que trepar em pé.Foda!!! Decide sentar para fazer minha princesa mais feliz. Uma pena que eu não percebi que algum tempo antes alguém havia dado uma baita cagada, daquelas de entupir tubulaçao, descomunal e na escuridão eu sentei em cima. Pluff!!!!!!!Só fui ver que eram fezes "humanas" depois que passei o dedo indicador, meio desconfiado e levei ao nariz para cheirar. Que merda. Era merda! Mas quando dois corpos querem sexo nada impede!!! Terminamos o trep - levei ela ao orgasmo três vezes, gozei e mandei ela embora, mas tive que pagar o onibus. Me lembro do olhar para o sol nascendo..tão belo...o friozinho da manhã Rio Grande do Sul...e eu somente pensava como explicaria para meus pais como fiquei dos tenis aos cabelos sujos de fezes(merda.)...sai caminhando lentamente para o Bairro Fragata.O que aconteceu depois? Não interessa. O importante era o sol...e que eu tinha esvaziado o saco.


Central Blogs







13 comentários:

  1. obrigado, também é muito interessante seu blog.
    a partí de agora irei acompanhar
    abraço

    ResponderExcluir
  2. Ow nojera da p*********************!

    se p/ transar toda vez fosse assim eu seria virgem, mas seria sossegado mesmo!

    ResponderExcluir
  3. mto legal!!!


    atualize sempre t+

    Se puder passa no meu blog:

    http://paginadacomedia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Querido amigo avassalador...
    O que impressiona na historia é o poder de concentraçao e o nivel de eficacia "tres orgamos"(?) com a bunda toda cagada!
    Parabens pela perfomance. kkkkkk

    ResponderExcluir
  5. O mito da mulher boa, fácil e barata ronda o meio urbano. É bom alimentar esse mito mas temos que valorizar a mulher acessível. Salve a mulher acessível!

    ResponderExcluir
  6. Deixa a vida me levar...

    Abrçss

    ResponderExcluir
  7. PUtz que noite heim.... omar malt 90, beijar uma boca sem dentes e ainda deitar e rolar na merda
    huuahuahuahuaua

    eh PHODA²

    http://dikasnanet.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    André, sempre inusitado!

    Li o texto numa expectativa brutal e me surpreendi com toda essa merda (as fezes humanas!).

    hihihihi...

    Estava com saudades de vir aqui e ler tuas coisas. Eu sumo por uns tempos, mas sempre que posso, retorno para ver o que você anda aprontando pela blogsfera.

    Kiso

    http://garotapendurada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. bela crônica da juventude de satolep dos anos 80!!

    ResponderExcluir
  10. retribuindo a visita ao meu blog
    vou dar um clic aqui em sua publicidades =D

    ResponderExcluir
  11. Olá caro André, eu não iria te criticar pois o direito de se expressar é para todos. Agora você deveria ter mais educação.

    Quando se estar em lugar como visita como vc se porta? assim?


    Abraço amigo! E um bom dia!

    ResponderExcluir
  12. Amei seu texto. E um cara Feio, gordo e putanheiro sempre foi meu sonho de consumo. Sou estranha, fazer o que? Pelo menos não pegaria um cara de sessenta anos, pelo menos não enquanto eu tiver menos de 30.

    ResponderExcluir

Fala tchê: