sexta-feira

GOZADINHAS DO ANDRÉ.



O garoto pergunta ao pai:

— Paiê! O que eu vou ser quando crescer?

— Nada, meu filho, você tem câncer.

— Ah, é mesmo! Tinha me esquecido...

Aí no dia do aniversário dele todos cantam:

" Parabéns pra vocêêê,

nesta daaataaa queriiidaaa,

muitas feeelicidades,

lá—lá—lá lá—lá—lááá."


--------------------------------------------------------------------------------

Presente

O menino pediu pra mãe:

— Mãe, me dá uma bicicleta?

— Pra quê, meu filhinho? Você já tem sua cadeira de rodas, não tem?


--------------------------------------------------------------------------------

No céu

Um negro chega ao céu e pergunta a Deus:

— Senhor, por que me criastes desta cor?

— Para você suportar o sol quente da África.

— E por que me destes essas pernas tão longas?

— Para você andar pelas florestas e campos da África.

— E por que me destes esse cabelo tão miudinho?

— Para ele não se enrolar nos ramos das árvores das florestas da África.

— Por que me destes esse nariz tão grande?

— Para você sentir o cheiro dos seus inimigos à distância.

— Mas Senhor, então por que me fizestes nascer no Alabama?


--------------------------------------------------------------------------------

As cores

— Hoje vamos estudar as cores — disse a professora. — Cada um de vocês vai dizer o nome de uma cor e eu não quero que haja nenhuma repetição. Cada um diz uma cor diferente.

O último aluno da lista de chamada era Zacarias e ele, se precavendo, escolheu uma cor bem difícil: amarelo citrino.

E cada um dos alunos ia dizendo uma cor: azul-celeste, amarelo-limão, vermelho-sangue e todas sem repetição. Quando chegou a vez de Xi-Lai, o chinesinho, o penúltimo aluno da lista de chamada, ele disse:

— Amarelo-citrino, professora.

Aí, na vez de Zacarias, ele falou olhando pro Xi-Lai:

— Amarelo-filho-da-puta.




--------------------------------------------------------------------------------

Confissão

- Meu pai queria que nascesse um homem. Minha mãe queria uma menina. Nasci eu e os dois ficaram satisfeitos.


--------------------------------------------------------------------------------

Reencontro

- Olá, tanto tempo, meu velho! Como vai você? Não nos víamos desde a faculdade, né mesmo? Como é? Casou? Quantos filhos?

- É verdade. Veja como o tempo passa rápido. É, eu me casei. E meus dois filhos já estão se preparando pra casar. O mais velho casa semana que vem.

- Que bom! Logo você vai ser avô...

- Acho que não. Ele vai se casar com outro rapaz.

- Bom, mas quando o outro se casar...

- O mais novo casa daqui a três meses, mas também é com outro rapaz.

- Caramba! E nessa casa, ninguém gosta de mulher?

- Minha filha de dezoito...


Pesagem

Era uma maternidade muito pobre. Tão pobre e mal equipada que não tinha sequer uma balança para pesar os bebês que nasciam. Um dia, uma mãe quis saber o peso do recém-nascido e o jeito foi o pai levar o bebê para pesar no açougue do outro lado da rua. O pai chegou lá e explicou o que queria: saber o peso do bebezinho. O açougueiro pegou o bebezinho com muito cuidado e levou ele lá pra trás do balcão. Alguns minutos depois ele voltou:

- Um quilo e meio, bem pesado. Sem ossos.


--------------------------------------------------------------------------------

Virgem?

A astróloga leva a filha adolescente ao ginecologista. O médico examina a garota.

Astróloga: E aí, doutor? Virgem?

Médico: Não, não. Câncer.


--------------------------------------------------------------------------------


Advinha!

A menininha mostra a mãozinha fechada para o menino e pergunta:

- Adivinha o que eu tenho na mão?

- Hmmmmmmmm! Uma bala!

- Não. Nada disso.

- Ah, já sei. Hmmmmmmmm, uma moeda!

- Errou!

- Ahhhhhhh ! Acho que já sei: uma bolinha de gude!

- Não!

- Então, o que é?

A menininha olha pra mão fechada e fala meio tristinha:

- Nada não... Minha mão é aleijada assim mesmo...


--------------------------------------------------------------------------------


Brasília: homicídio brincoso

Brasília, alta madrugada. Por uma daquelas belas avenidas segue em alta velocidade um carro de luxo. Dentro dele estão dois adolescentes da melhor sociedade brasiliense. A certa altura, o que vai ao lado do motorista vê um índio atravessando a avenida e grita como que em desespero:

- O índio!!! O índio!!! OOLHA O ÍÍNDIÔÔÔ!!!!

Só por brincadeirinha, o que vai ao volante resolve tirar um fino no índio e desvia já quase em cima do coitado. Ouve-se aquele ruído: brammmmmp!!!. Aí o carona fecha a porta do carro e fala:

- Pô, se eu não abro a porta a gente perdia mais esse....


--------------------------------------------------------------------------------


Na casa dos canibais

- Mamãe, o que é que vamos jantar hoje?

- Cala a boca, menino! Volta já pra dentro do forno, vai.


--------------------------------------------------------------------------------


Vovó

- Mamãe! Mamãe! Juquinha mordeu o nariz da vovó.

- Escuta aqui seu Juquinha: ou você se comporta direito ou eu mando fechar o caixão.

12 comentários:

  1. Fazia tempo que eu não via tanto humor negro num só lugar! A do Bebezinho no açougueiro foi bem forte! Bando de Gente sem noçao!

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. A única que gostei foi "Meu pai queria que nascesse um homem. Minha mãe queria uma menina. Nasci eu e os dois ficaram satisfeitos."

    As outras são muito fortes... Bem, tanto não seja meu estilo humor negro mesmo.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. concordando com o carinha aí de cima, bota humor negro nisso..

    as duas primeiras ficaram muito ruins mas as outras se superaram... principalmente a do amarelo filho da p...

    heheh! abraços!

    ResponderExcluir
  4. HAHAHAHA, simplesmente ADORO humor negro!
    adorei todas, principalmente as Confissão e Reencontro.
    parabéns pelo blog, bjs.

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho uma boa também.
    O que Deus disse quando vez o segundo negro?

    Ihhhh,queimo denovo!

    http://danielisso.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Eu não curto humor negro... acho que pegar pesado c/ a desgraça e sofrimento alheio num eh mtu legalx.... mas eh valido postar isso... sahuashsauhsa
    Sucesso ;)

    http://jaconapacheco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. que maldade,


    mas morri de rir. ;X

    ResponderExcluir
  8. Gostei das piadas, mas a da "!confissão" foi a melhor....
    Beijinhos!!
    http://www.cgfilmes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. OBRIGADO POR SUA VISITA!
    JA ESTÁ ENTRE OS MEUS!

    ResponderExcluir
  10. Meu humor é racista.

    ResponderExcluir
  11. Querido amigo avassalador..
    é bem humano rir de coisas assim... é quase um humor maniaco... lembro do Pasquim e seu impagavel Fradinho que vivia sacaneando o pobre do bode orelana...
    dependendo do dia, posso até dar algumas risadas ... mas não é meu tipo de humor favorito...

    ResponderExcluir
  12. Valham-me todos os deuses e deusas...
    Demolidor!...
    LOL

    ResponderExcluir

Fala tchê: