domingo

A CIDADE DOS SONHOS



As vezes o pedir tão pouco de alguém para ser feliz pode parecer muito para pessoas insensíveis e despreparadas. O que nós em Pelotas precisamos para ter uma cidade “habitável”, “humana” e “civilizada”? É tão pouco. A municipalização da saúde esta causando um genocídio. A palavra é forte, mas é verdadeira. De quem é culpa? Nossa. A cidade é desprovida de vias transitáveis. Um buraco dentro de outro. Enquanto a burocracia se preocupa com “pequenos problemas” a realidade nua e crua mostra a sua cara. Os burocratas são inúteis. Já começamos que são marcadas dezenas de reuniões para marcar a data de outras dezenas de reuniões e nada é feito. Eu gostaria de saber de algo que os conselhos municipais de Pelotas fazem? Se os vereadores nada fazem alem de receber sua fatia na mordida dada no bolso do contribuinte. Os conselheiros também não. O conselho tutelar muito menos e leva algum. Como podemos chamar de comunidade quando você requer um direito tem que apelar para a brigada militar, policia civil ou promotoria? Socorro seu promotor, o estado que me matar! Pelotas é um retrato do Brasil. Muitas pessoas, qual o titulo de imbecil seria elogioso dizem que a serra gaúcha esta muito mais desenvolvida e o padrão de vida é melhor. Eu daria a sugestão de ir morar em Caxias do Sul com um salário de R$ 500,00 mensais. O caos é o mesmo. Será que a OMS (Organização Mundial da Saúde) avalia-se o Pronto Socorro de Pelotas. Será que o padrão de atendimento esta dentro das normas. Comparar com a Etiópia ou paises tribais africanos não vale. Onde é colocado o dinheiro destinado a saúde? . A saúde é um caos, a educação é um caos, as ruas e a iluminação da cidade é um caos. Ouço muito a prefeitura se preocupar com o monumenta, mas será que não existem prioridades? Essa mania que os burocratas tem de determinar como deve ser a vida de alguém sem saber o que ela vai passar é criminosa. De quem cobrar quando um amortecedor de um carro quebra num buraco ou nosso filho morre pelo descuido das vias “intransitáveis”? De quem cobrar quando alguém vai a óbito por falta de assistência medica? Quem responsabilizar pelos estudantes analfabetos que concluem o ensino médio? O corporativismo dos burocratas é interessante. Ninguem é culpado. Infelizmente nossa constituição tem somente uma utilidade pratica. Na falta de papel higiênico ou jornal. É tão difícil ser brasileiro, gaúcho e pelotenses. Eu sonhava com um transporte publico descente e não entendo por que não acontecem licitações para as linhas de transporte coletivo. Quem oferecer melhor serviço e menor preço com mais qualidade deve explorar, mas não como acontece. O que parecem as ruas e rotulas de Pelotas? A genialidade dos engenheiros de transito é fantástica (olha o exame de proficiência) digna do cubismo de Picasso. Há algum tempo a pretexto de educar o transito foram contratado agentes de transito. O objetivo de dar emprego a 100 pessoas foi conseguido e mais nada. Ao guiar pela cidade nos vemos absurdos e nunca um agente de transito esta perto. O erro da administração começou em 1812. O prefeito atual não fará milagres e nem seus sucessores, mas algo deve ser feito. Resumindo: respeitar o proletariado. Filas gigantescas nas lotéricas, mau atendimento nos bancos caso você for pobre, saúde paga, pois se depender do SUS e da secretaria de saúde pode encomendar um lugar no Cemitério da Boa Vista ( gratuito, no meio do mato e do barro). Realmente, brasileiro não desiste nunca. Acredita na mentira até a morte. Infelizmente temos que escolher representantes para melhorar isso. Os representantes que escolhermos não serão eleitos e os que forem nada farão. Às vezes da vontade de tentar melhorar a situação, mas estamos de mãos amarradas. Partidos viciados e os indicados por eles são “criminosos”. Como podemos avaliar um cidadão que aceite receber salários do estado para representar seus eleitores? Como um vereador numa cidade miserável como Pelotas pode receber um salário de R$ 8.500,00? Isso não é crime enquanto pessoas morrem por falta de assistência publica? A comunidade internacional não sabe como é gerida a verba publica no Brasil. Se as sacanagens (a palavra é muito branda) feitas pelos burocratas viessem à tona internacionalmente talvez o Brasil enfrentasse até mesmas sanções internacionais. O que Israel fez no Líbano é “fichinha” perto do que acontece com a saúde, educação e serviços básicos no pais. A quem reclamar? Putin , Obama ou outro que tenha força para tirar do poder essa máfia de burocratas. Somente choro quando penso na cidade dos sonhos, num pais um pouquinho decente, que exista a moral, que sejam respetados os direitos do cidadão. Por enquanto não passa de um sonho. Uma fabula dos irmãos Grimm mesclada com o universo de Gregor Sansa qual os burocratas que destroem esta nação vão ter um dia que encontrar.