segunda-feira

DICAS PARA COMPRAR UM CARRO USADO POR UM EX-PICARETA

Não existe garagista bom nem ruim. Não existe diferença entre o picareta da esquina e concessionária autorizada. Todos querem ganhar o máximo de dinheiro com o mínimo de esforço. Como um ex-picareta, chinelo e rafua vou tentar dar umas dicas de como não levar ferro na compra de um carro usado. O que mais importa num carro usado? O motor? Claro que nao!!! - Quem foi o dono anterior é a peça chave de uma boa compra. O que ele faz. Como é sua personalidade. Tem filhos jovens. Onde mora. Quando você for numa concessionária/garagem peça ao vendedor para ter uma entrevista com o dono anterior do veiculo.Sempre o garagista mente a respeito do dono anterior. Se ele se negar vire as costas , vá embora e mande ele tomar no cú!!! Ninguém revisa carro para vender! Avaliar um carro no olhometro é impossível! Coloque na cabeça que não existe justiça nem PROCON! São lendas urbanas inventadas pelo governo para o consumidor não se sentir desamparado. Você comprou abacaxi e se ferrou. Não existe barbada em classificados de jornais. Quem são os maiores anunciantes de jornais depois das imobiliárias? As garagens. Se o Andre chega com um carro bom de barbada, o classificado nem é publicado pois dentro do jornal alguém já avisa os garagistas e eles buscam o veiculo. Não compre em feiras de veículos ou carros que venham com procuração. Leve um mecânico de confiança...se você conseguir um...Não existe barbada – Se prepare para pagar caro para não gastar muito mais no futuro. Se você se interessar por uma moto ou carro na rua tente falar com o dono. Não custa nada e de repente pode rolar um bom negocio sem o maldito intermediário que aparece para ganhar sem trabalhar. A dica principal – todo o cuidado é pouco.

9 comentários:

  1. Por isso que eu só compro carro 0km. Sabe como é – questão de garantia.
    Abraços e sucesso com o blog!

    ResponderExcluir
  2. André,
    comprei tantos carros usados na minha vida que perdi a conta. Não sei se foi sorte mas posso afirmar que nunca tive problemas muito sérios. Acho que o pior de todos foi um carro de Santos que tive que ir até lá para pegar os documentos. Mas claro que é sempre um risco comprar carros usados seja dos chamados picaretas ou de concessionárias. Valeu pelas dicas mas espero não precisar mais comprar carro usado. Mas nunca se sabe o dia de amanhã.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. foda seu blog
    parabéns

    segui o meu ae
    eu vou seguir o seu também

    abraços

    http://www.tiagoferminiano.com/

    ResponderExcluir
  4. ótimas dicas, acabei de comprar um e o que decidiu mesmo foi saber a procedência do veiculo. não me arrependi

    ResponderExcluir
  5. Vou guardar suas dicas, André.
    Já me ferrei num peugeot que parecia uma beleza. No fim das contas gastei em conserto quase o que paguei pelo carro.
    Depois dessa, nunca mais deixo os olhos mandarem no cérebro! hehehe

    Abração

    ResponderExcluir
  6. Muito boa suas dicas!!!
    Um tiro no escuro é comprar carro ou moto de leilão.
    Meu primo se deu bem, comprou uma Biz, que estava em bom estado, mas nem sempre se dá essa sorte.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo12:09

    Ao contrário da minha geração, não tenho a mínima vontade de ter um carro. Não tenho nem carteira de motorista e acho que se tirasse reprovaria. Sei lá, sempre gostei de andar e até do transporte público, mesmo com todos os problemas, a superlotação e essas coisas. É bom pra observar pessoas, comportamentos, aprender mais sobre quem vive na minha cidade.

    ResponderExcluir
  8. Boa!!!!

    Quero mesmo vender o meu e dicas assim são interessantes.

    www.filmesepipocas.blogspot.com
    www.queroserconcursado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Anônimo18:07

    Querido amigo avassalador ...Andre.
    Podemos sugerir que corrija o nome "caso" para carro?
    sou um pouco fraca das ideias e demorei a perceber que algo estava fora do lugar ;))))
    de fato, comprar carro usado é pior que casar com homem de segunda mão.... alem de sogra vem uma ou duas ex mulheres!
    melhor comprar um carro 1.0 mas original e zero km que um accord honda usado!

    ResponderExcluir

Fala tchê: