segunda-feira

AMOR NAO TEM COR.


Racismo é polemica sempre. Ferramos e continuamos ferrando os afro-descendentes. Até o dia que todos os brasileiros virarem baianos vai demorar algumas gerações, mas, muito antes disso o racismo vai ter acabado. Existem de ambos os lados correntes radicais inexpressivas que visam semear a discórdia. A miscigenação acontece através de casamentos inter-raciais. É muito difícil resistir a uma afro descente e seus encantos, como acredito que as mulheres devem ver encantos nos homens afros descendentes que elas não encontram nos homens de origem européia. Tenho vergonha do racismo velado de hoje e do racismo descarado que existia até os anos 80. A TV Globo fez um estardalhaço quando colocou uma protagonista afro descendente numa novela e quando colocou o Heraldão a apresentar o Jornal Nacional só faltou notificar a Estação Espacial Internacional. Outras emissoras apresentam programas com os protagonistas afro descendentes há muito tempo. Por sinal muito divertidos e bacanas. O fim do racismo é certo como dois e dois são quatro. Será através do sexo: talvez fazendo amor possamos nos redimir dos crimes dos séculos que passaram. Uma bela maneira de enterrar esta parte vergonhosa da historia do Brasil. Sexo não tem cor... NHAC!!!

34 comentários:

  1. eu não sou racista. Falo isso com muita tranquilidade. E muito me incomoda conviver com milhões de pessoas preconceituosas! Provavelmente todas!
    Quem não conhece, nao sabe o que tá perdendo!
    Gente, adorei o blog!

    ResponderExcluir
  2. Estou retribuindo a visita!
    Eh isso ae kra!
    Belo post e belo blog!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Você está completamente certo.
    Realmente o Brasil ainda tem muito o que avançar nessa questão, mas como você disse... Sexo nao tem cor!

    www.centralldamusica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Cara...

    Não acho que a gente ferre afro-descendentes.

    eles já vieram pro brasil ferrados por outros afros, se depois não tiveram chance de melhorar, ah cara... é foda, historicamente outros povos foram oprimidos e não reclamam disso como os negros.

    alías, eu vejo muito mais racismo da parte deles.

    Eu sou pardo, tenho parentes e amigos negros, mas não consigo engolir essa de que eles são coitadinhos,

    blog legal!

    ResponderExcluir
  5. Racismo é um assunto que causa muita indignação.Gostei bastante deste blog.Parabéns

    ResponderExcluir
  6. marcos09:27

    isso eh um assunto mto complicado!!! depende de cada um..
    um dia um amigo me perguntou:
    vc esta indo numa rua escura! de um lado tem duas pessoas brancas e do outro lado tem dois negros.. por qual lado vc vai???

    ResponderExcluir
  7. É complicado mesmo...

    Mas uma besterira ficar julgando as pessoas pela etinia, ou seja lá qual for a classificação que fazem .. por mais que seja uma pessoa toda bonitinha arrumadinha não se sabe oq vai em seu coração .. isso é besteria mesmo .. eu acho..

    ResponderExcluir
  8. se a pessoa for gay obviamente vai para o lado dos afrodescendentes...

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelo blog !!!

    Não vou ficar comentando agora, pois quero ver mais o seu espaço...

    Beijos !!!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Racismo é foda..
    Nâo sei se vai ser por causa de sexo, mas seria interessante.
    De qualquer forma, vai demorar, o máximo que a gente pode fazer é educadar nossos filhos para mostrar que não há diferença entre negro e branco.

    ResponderExcluir
  12. Eu acho estranho quando colocam uma categoria: a mais bela negra..
    Acho esquisito.. é como se corresse numa categoria por fora, uma espécie de 2ª divisão.. acho estranho. A mulher é bonita porque é bonita e pronto.. por que não a mais bela mulher e ponto final?
    Aliás a modelo da foto é um sonho bom, viu.. putz

    Que mulherão!
    abs

    ResponderExcluir
  13. marcelao!!!

    parabens!!!voce deu um toque legal que eu nao tinha me dado conta.

    ResponderExcluir
  14. Isso me lembra de quando teve a novela A cor do pecado na globo que eles disseram que era a primeira novela com protagonista negra da tv brasileira....hã???eles sempre nos chamam de idiota e querem que acreditemos nisso....

    espero que um dia eu ligue a tv e veja de verdade a realidade mostrada ali, um país de povo "colorido" de culturas diferentes, onde o negro pode ser galã sem que haja um estardalhaço por estarem fazendo isso....

    ter negros,japoneses,indianos e quem quer que seja tendo destaque não é uma "caridade" e sim o certo!

    bjs!

    ResponderExcluir
  15. A novela "A Cor do Pecado", a revista "Raça" e as cotas são as coisas mais racistas (permitidas) que já vi.
    Outra coisa que deve acabar é a hipocrisia de negros (ou mulatos) aceitarem coisas racistas (como as cotas) quando é de seu interesse.
    O simples mencionar a etnia de alguém como qualidade ou atenuante já é errado; não há diferença biológica relevante ou espiritual alguma entre as etnias.

    ResponderExcluir
  16. Não tem mesmo. Amor não escolher cor, classe social ou beleza.

    http://papodomarcelo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. cara bota esse negoso q taum em cima do blog no side bar ta atrapalhando

    ResponderExcluir
  18. Cadâ um teem sua opinião...
    Maais eu achoo qee não muda nada se a pessoa é negra ou branca magra ou gorda alta ou baixaa.
    Infelizmente muitas pessoas não axam isso

    ResponderExcluir
  19. Às vezes acredito que só assim o racismo vai acabar: com 'amor'. Sou preconceituosa, eu discrimino quem é racista.

    ResponderExcluir
  20. O amor é uma arma mais poderosa que a guerra, a prova disso é a sua teoria de que fazendo amor interracial nós atingiremos a paz.

    Eu já estou fazendo a minha parte...

    Estou comendo, digo, fazendo amor com várias japas. Vide o meu Orkut para entender. rs

    ResponderExcluir
  21. muito bom o texto
    parabens

    ResponderExcluir
  22. hehehehehehe show de bola!!!

    http://wwwpicoledechuchu.blogspot.com

    Passa lá!!!

    ResponderExcluir
  23. Caramba, o termo afro descendente foi usado repetidas vezes. Tudo isso é medo de dizer negro ou negra? Pessoalmente prefiro ser negra que afro- sei lá mais o quê. E com o perdão da palavra, achei a imagem que vc utilizou para o texto um tanto machista. Há séculos a mulher NEGRA, assim como eu e muitas outras, foi vista como a gostosa que só servia para se tirar proveito na cama. Felizmente, ou infelizmente, a imagem de toda e qualquer mulher de biquiní hoje está diretamente ligada ao sexo, sem dúvida algo prazeroso que acredito que deve ser compartilhado com alguém verdadeiramente importante. Já ouv várias vezes a mesma frase: " não sou racista, nem preconceituosa. Fico triste ao ver pessoas com essa postura..." Mas quando um trabalhador de pele negra se aproxima na rua, agarram a bolsa com toda a força possível, quando um jovem negro aparece bêbado numa festa, todos se afastam e dizem:"quem convidou esse pivete?" outrora fosse um rapaz branco, algumas garotas mal intencionadas tirariam proveito da situação... Mulher não é mercadoria, Negro não é bicho pra ter raça e se o racismo só vai ter fim atrvés do sexo, me permitam o trocadilho, vai ter que servir muito leite pra esse café!

    P.S.
    gostei do blog

    ResponderExcluir
  24. não tenha vergonha de dizer negro ou negra!

    gostei

    ResponderExcluir
  25. Sempre vai haver preconceitos, de qualquer que seja a espécie. Falar de preconceito racial - o que é, como qualquer outro preconceito, existir em tempos modernos - ainda é falar sobre uma porcentagem muito pequena da verdadeira abrangência da intolerância.


    Mas ainda assim precisa ser falado.






    http://putoanonimo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Não deveria haver preconceito. Os afro-descendentes são muito bonitos!

    Sucesso sempre!

    ResponderExcluir
  27. Adorei a sugestão do Foda, mas já escolhi o nome do cachorro. Vai sair na próxmia postagem.

    Racismo é foda mesmo!
    Está mais do que provado que o que determina a cor da pele é um gene, assim como o que determina o formato das orelhas, ou o tamanho do nariz... Então se é pra separar as pessoas por raças de acordo com suas diferenças, cada um teria uma raça diferente!

    ResponderExcluir
  28. concordo, n tem cor msm!

    ResponderExcluir
  29. Hummm... Já ouviu falar de "mala preta" e "mala branca"? Nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, o tema virou assunto de toda mesa-redonda. Há quem diga que existe um componente racista aí. Será?

    ResponderExcluir
  30. muito bom o post!
    racismo não ta com nada

    ResponderExcluir

Fala tchê: